• Paula Guimarães

As Favoritas da Sapucaí


O ano mal começou e já estamos em ritmo de Carnaval! Dessa vez, fomos à terra natal dos Guimarães e perguntamos aos cariocas da gema qual sua escola de samba preferida.


O RIO DE JANEIRO É VERDE-E-ROSA!

A grande favorita do Rio é a Estação Primeira de Mangueira, com 31% daqueles que possuem escola de samba preferida (dentre os cariocas, 57% possuem uma escola de samba favorita, enquanto 39% não curtem o carnaval.) A Mangueira é a escola favorita independente do sexo, grau de escolaridade, faixas de renda, profissões ou religião dos foliões.

Uma das mais tradicionais do Rio de Janeiro, é a segunda maior campeã do desfile de Carnaval, com 19 títulos. Essa escola foi fundada em 1928 por, entre outros, o sambista Cartola.


Em um distante segundo lugar, com 13,6% de fãs, está Beija-Flor de Nilópolis, a terceira maior vencedora do desfile, com 13 títulos. Foi fundada em 1948 e campeã já em seu primeiro desfile, em 1954. Neste carnaval, desfila sob o tema “Monstro É Aquele Que Não Sabe Amar!”.

Maior vencedora dos desfiles, com 22 vitórias, a Portela se posiciona como a terceira favorita dos cariocas, com 11,7% de torcida entre os foliões. Fundada em 1923, é a escola de samba mais antiga ainda em atividade; e a única a participar de todos os desfiles da cidade. Ano passado, dividiu o primeiro lugar com a Mocidade Independente.

Homens e mulheres possuem escolas de samba favoritas em mesma proporção: o sexo não influi em gostar do desfile. Entretanto, à exceção da Mangueira e da Portela, todas as escolas de samba citadas possuem como maioria de seus foliões torcedoras mulheres.

De maneira geral, quem mais acompanha as escolas de samba do Rio são os mais velhos: a maioria das pessoas que possui uma escola de samba favorita tem 45 anos ou mais. Entre os jovens de 16 a 24 anos, não há uma preferência por determinada escola – sendo carnaval, a garotada está dentro!

79,0% do público da Mangueira tem mais de 35 anos. A Beija-Flor é a escola que possui a maior parcela de torcedores na faixa de 60 anos ou mais (39,4%). A maior parte dos torcedores da Portela está na faixa dos 45 a 59 anos, entretanto ela é a escola com a segunda maior parcela de torcedores entre 25 e 34 anos (27,4%). As escolas com maior proporção de jovens são a Mocidade, com 43,1% de seus foliões na faixa dos 16 a 34 anos, seguida pela Salgueiro (36,2%).

Quanto ao grau de escolaridade, a maioria dos foliões de todas as escolas de samba possui ensino médio completo ou superior incompleto. As pessoas com ensino fundamental completo ou médio incompleto são as que menos gostam do desfile (46,2% não acompanham). Não há grande diferença entre a escolaridade da Mangueira, Beija-Flor e Portela. Das favoritas, a Mocidade é a escola com a maior parcela de torcedores com escolaridade até ensino fundamental completo ou médio incompleto (39,8%) e a Salgueiro é a que tem a maior proporção de foliões com ensino superior completo (34,2%).

A maioria dos foliões é católica (55,4%), enquanto 50,8% dos cariocas que não acompanham ou não gostam do desfile é evangélica. É interessante notar que entre os católicos 76,9% são foliões, ao passo que 58,9% das pessoas não religiosas acompanham as escolas de samba; e que apenas 25,1% dos evangélicos acompanham ou gostam do desfile.

A Mocidade e o Salgueiro se destacam entre os não religiosos: enquanto outras escolas contam com aproximadamente 14% desse segmento, essas possuem, respectivamente, 22,1% e 17,2%. A Portela é a escola com menor quantidade de evangélicos (9,4%) e a Mangueira, com a maior (17,0%).

O CARNAVAL UNE CLASSES

A renda familiar parece não influir na preferência por uma escola de samba: de maneira geral, as escolas possuem 40% de seus torcedores na faixa de até 2 salários mínimos e 60% com mais de 2 salários mínimos. As exceções são a Portela, que tem a menor parcela de torcedores até 2 salários mínimos (35,0%) e a Beija-Flor, que tem a maior (49,6%).


Por fim, a renda familiar entre os foliões cariocas segue a mesma distribuição do resto do Rio de Janeiro. Isto é, não importa a classe, sob máscaras e fantasias e ao som da bateria, todos somos iguais.



E você, vai torcer para qual escola de samba esse ano?

Vai passar seu Carnaval como em 2018?

Nesta pesquisa foram entrevistados 300 moradores do município do Rio de Janeiro. As entrevistas foram realizadas entre os dias 01 e 08 de setembro de 2017. A pergunta foi: “Qual é a sua Escola de Samba favorita?”. A margem de erro máxima para os resultados globais é de 5,7 pontos percentuais, para mais ou para menos, dentro de um intervalo de confiança de 95,0%.

#Carnaval #EscolasdeSamba #Mangueira #BeijaFlor #Portela #Desfile #Mocidade #Salgueiro #RiodeJaneiro #Pesquisa

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Tags
Nenhum tag.

Instituto Guimarães © 2017

  • LinkedIn Instituto Guimarães
  • Facebook Instituto Guimarães